Blog

Sensores Automotivos — Entenda Como Funcionam

entenda como funcionam os sensores automotivos
23
jul

Os sensores automotivos são dispositivos responsáveis por identificar determinados sinais e transformá-los em informação, na qual será usada pelo motorista — tornando a condução mais segura. E para cada função exercida dentro do automóvel, existe um tipo de sensor. Veja mais detalhes neste artigo!

O que são sensores automotivos?

Como dito acima, os sensores são equipamentos responsáveis por fazer a identificação de determinados sinais. E, em seguida as transforma em informação que depois será utilizada pelo motorista. Tal procedimento é capaz de proporcionar uma condução mais segura, além de facilitar a manutenção dos veículos por meio de diagnósticos mais precisos. 

Cada tipo de sensor trabalha como uma espécie de coletor de dados para o sistema eletrônico do carro. Dados que, são processados e comparados à diversos padrões. Dessa maneira, dependendo do resultado, são gerados avisos que, podem ser sonoros ou luminosos. 

Como resultado, gerando uma informação no painel do carro, ou uma gravação na central eletrônica, que servirá para uma futura consulta. 

Principais tipos de sensores automotivos

Selecionamos os modelos de sensores mais utilizados nos veículos. Veja:

Sensores resistivos

Esse é o modelo de sensor mais encontrado nos carros. Em princípio, trata-se de um componente cuja resistência elétrica varia por meio de alguma grandeza física externa — por exemplo, a temperatura, nível de óleo ou combustível, pressão e entre outros. 

Tais sensores também recebem o nome de “cebolinhas”, responsáveis por medirem a temperatura do motor, a pressão do óleo e etc. 

Sensores indutivos 

Os sensores indutivos são compostos por uma bobina e uma pequena peça de metal ferroso. Quando exposto a presença de um campo magnético, ou na alteração de algum campo magnético criado por um ímã — eles geram um impulso elétrico. 

Um bom exemplo onde este tipo de sensor é aplicado, é em alguns tipo de injeção eletrônica. Em que eles sensoriam a passagem dos dentes de uma engrenagem acoplada ao motor. Por consequência gerando desta forma os pulsos que controlam o sistema de ignição. 

Sensores de rotação 

O sensor de rotação é considerado um componente fundamental para o sistema de injeção eletrônica do carro. De tal forma que, em alguns modelos, o veículo pode até parar de funcionar se a peça estiver com problemas. 

Ele é responsável por enviar os pulsos negativos para a central da injeção do automóvel — portanto, acaba funcionando como um imã enrolado a bobina dentro de um recipiente cilíndrico e selado.

Procure um local especializado

Nós da Casty Sensores, disponibilizamos um catálogo completo de sensores automotivos, prontos para atender a demanda do mercado. Portanto, acesse o nosso site e adquira produtos de extrema qualidade!

 

Leia também:


Últimas Notícias

Quer ficar por dentro das nossas novidades? Fique ligado no nosso radar de notícias — informação e tecnologia ao seu alcance!

02
abr

CONFIABILIDADE E QUALIDADE

CONFIABILIDADE E QUALIDADE Os melhores sensores para manutenção da sua frota O grupo METALCASTY desenvolve e fabrica produtos de alta qualidade e tecnologia, visando atender toda demanda do mercado de transportes. Produzimos sensores eletrônicos compatíveis com os modelos originais, possuindo um excelente custo benefício e garantindo uma ótima solução para a manutenção do seu veículo. […]

21
nov
Sensor de Temperatura da Água: cuide do seu automóvel

Sensor de Temperatura da Água: cuide do seu automóvel

O superaquecimento é um dos problemas mais comuns quando falamos em motores automotivos. Além de comprometer componentes do veículo, essa situação é extremamente perigosa para a segurança do motorista. Para impedir esse tipo de dor de cabeça, é fundamental se atentar ao sistema de arrefecimento de seu automóvel. E, dentro desse sistema, um dos itens […]

08
nov
Sensor de rotação com defeito: o que acontece

Sensor de Rotação com Defeito: veja o que acontece

O sensor de rotação é um componente fundamental para o sistema de injeção eletrônica de um automóvel. Exemplo disso é que, em alguns alguns modelos, o carro pode simplesmente parar de funcionar caso a peça apresente defeitos. Essa importância ocorre porque o sensor é responsável por enviar os pulsos negativos para a central da injeção […]